Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Cras sollicitudin, tellus vitae condimentum egestas, libero dolor auctor tellus, eu consectetur neque.

Press enter to begin your search

Criança em Apartamento: Veja os Cuidados

Criança em apartamento veja os cuidados

Criança em Apartamento: Veja os Cuidados

Criança em Apartamento: Veja os CuidadosQuem mora em prédio e tem crianças, precisa tomar alguns cuidados para evitar acidentes. A segurança dos nossos filhos é o fator principal de preocupação entre as famílias, por isso é importante ter atenção. Sabemos que criança em apartamento pode gerar algumas dúvidas e receios.

Pensando nisso, separamos neste artigo alguns dos cuidados principais que você deve ter. Continue a leitura e saiba mais! 

Instale redes de proteção nas janelas e sacadas

A criança que mora em apartamento precisa de atenção especial. Então, assim que se mudar, instale telas de proteção em todas as janelas de seu apartamento, inclusive nas janelas do banheiro.

Além disso, é importante instalar redes nas sacadas. Se possível, invista em grades ou vidros, pois assim o ambiente ficará ainda mais protegido. No mercado existem modelos específicos e que seguem as regras da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

São redes com aberturas pequenas e resistentes à pressão corporal, ao uso de facas e tesouras. Essa proteção é uma das alternativas mais importantes para evitar acidentes e quedas. Lembre-se: telas precisam ser avaliadas uma vez por ano, pois perdem a validade e a resistência.

Essa cautela também ajuda as famílias que têm pets em casa, principalmente gatos, que adoram ficar passeando em janelas. Dessa forma, as crianças e os bichinhos ficam protegidos.

Evite móveis perto de janelas

Cuidar dos filhos é uma função que exige muita atenção. Afinal, a energia deles é infinita. As crianças adoram brincar e andar no espaço que vivem, às vezes, explorando locais perigosos.

Escalar cadeiras, pular escadas, subir em sofás, pendurar-se em cômodas e estantes são algumas das peripécias que as crianças podem tentar. Por isso, deve-se ter muita atenção para que esses móveis não caiam em cima delas e evitar que eles estejam próximos a janelas.

Restrinja o alcance a estes locais retirando tudo o que possa aproximar os pequenos das janelas. Invista em vidros específicos, grades, correntes limitadoras e travas para que não tenham facilidade em acessá-los.

Preste atenção em pisos escorregadios

Crianças em apartamento costuma correr por todos os lugares independentemente da idade. Então, tudo o que causar acidente deve ser evitado, como piso molhado, tapetes soltos, brinquedos espalhados e, até mesmo, piso encerado demais. Tente deixar tudo limpo e organizado sempre.

Uma alternativa para deixar os cômodos mais seguros e divertidos são os tapetes de EVA. Eles são coloridos e têm encaixe próprio, sendo bem fáceis de montar e desmontar, além de dificilmente saírem do lugar.

Para facilitar no momento da organização e evitar que os brinquedos fiquem espalhados causando algum acidente, mantenha algumas caixas organizadoras no ambiente de diversão para guardar tudo no final. Inclusive, você pode envolver os pequenos nessa tarefa, ensinando boas práticas.

Carpetes macios, pisos vinílicos, almofadas e pufes são específicos para quem tem criança em apartamento. São resistentes, fáceis de limpar e muitos já vêm com um tratamento que evita o mofo.

Use protetores nas tomadas, quinas e portas

Móveis com cantos arredondados são mais seguros para caso a criança esbarre ou caia perto das quinas. Se tiver móveis angulosos, também há solução. Basta investir em protetores de silicone que são baratos e podem ser comprados em lojas de utensílios domésticos.

Tomadas também são um perigo em potencial para criança que vive em apartamento. Pois, às vezes, os pequenos costumam ser curiosos e inserir objetos pontiagudos nos furos. Invista em protetores de tomada para protegê-las e vedá-las.

As portas também merecem atenção. Para evitar que batam repentinamente por conta do vento, use pesos específicos com formatos divertidos, como os de bichinhos coloridos. Você pode até fazer um próprio com as crianças, tornando a atividade mais divertida.

Molas hidráulicas são uma aposta certeira para quem tem filhos, elas abrem e fecham vagarosamente e são muito usadas em ambientes acadêmicos. O dispositivo é geralmente colocado na parte superior das portas acabando definitivamente com batidas e aberturas repentinas.

Há também os para-portas, que são utensílios simples colocados entre a maçaneta e o batente, impedindo que os dedos fiquem prensados. São feitos com materiais de espuma ou silicone e é possível encontrá-los facilmente.

Outro bom dispositivo para deixar as portas mais seguras é o prendedor de portas. Ele fica parafusado no chão fazendo com que as portas não fiquem soltas e evitando estragar a parede.

Esconda os fios de aparelhos elétricos

Fiação, equipamentos domésticos e carregadores de celular podem causar acidentes fatais. Crianças costumam levar tudo à boca e tropeçam com facilidade por desatenção. Portanto, esses equipamentos devem ficar sempre fora da tomada e do alcance delas quando não estão em uso.

Fios podem ser escondidos em caixas de sapatos, canos de PVC ou, até mesmo, em potes de plástico. Estas são soluções caseiras e baratas, mas se você realmente quer segurança para sua família, vale a pena investir em um projeto elétrico.

Um bom eletricista organizará e esconderá os fios para você de forma profissional. Existe também, no mercado da construção, rodapés que são específicos para passagem de fios, como as canaletas de plástico, os ganchos que seguram os cabos longe das tomadas e os demais aparatos, para facilitar essa tarefa. Deixando tudo limpo, invisível e seguro.

Deixe a cozinha e a lavanderia seguras

A cozinha é um ambiente perigoso para quem tem criança no apartamento. Preste atenção em fogões, geladeiras, forninhos elétricos, facas, garfos, objetos de vidro e pisos escorregadios. Por exemplo: ao colocar as panelas em cima do fogão, deixe os cabos sempre virados para dentro. Objetos cortantes devem ser guardados em gavetas com travas.

Verifique também a altura das toalhas de mesa para que eles não puxem e causem acidentes. Já o gás deve ficar sempre com a válvula desligada. Você pode investir em modelos de fogões com travas de segurança para crianças. Sempre trave portas e armários que estão na altura deles.

Na lavanderia, que normalmente fica próxima à cozinha, os produtos de limpeza devem ficar em locais altos e preferencialmente trancados. Espaços onde as crianças podem ficar presas devem ser bloqueados. Preste atenção também na máquina de lavar, secadoras em alta temperatura e até no tanque cheio de água. Uma boa solução é usar um portão para evitar o acesso.

Em todo caso, deixe baldes, tanques e bacias sempre vazias e viradas para baixo, evitando quedas e afogamentos. Procure firmar bem objetos grandes e pesados que possam cair em cima das crianças caso elas puxem.

Invista em camas adequadas para as crianças

Nos quartos, as camas podem ser mais próximas do chão e terem grades protetoras, evitando que a criança caia e se machuque. Há também modelos de berços com espuma ao redor para os bebês.

Para quem deseja investir em beliches, o ideal é sempre colocar uma proteção na cama de cima e verificar se o modelo é bem firme. Evite também deixar muitos objetos ou brinquedos pequenos na cama, pois os pequenos podem engolir.

Invista em abajures e luminárias fixos na parede, evitando que esses aparelhos caiam e deixando o ambiente mais agradável. Existem luminárias divertidas que imitam as estrelas e podem ser uma ótima opção para as crianças que estão se adaptando a dormir sozinha.

Nunca deixe a criança sozinha

Essa é a dica mais importante! Não deixe a criança desacompanhada em áreas sociais, como piscinas, quadras e playground. Prédios costumam ter sistemas de câmeras de segurança, mas isso não previne que algo grave possa acontecer.

Segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), o indivíduo é considerado criança até os doze anos. Depois disso, até os dezoito, é considerado adolescente. É comum, em alguns condomínios, não permitirem a circulação de crianças menores de dez ou doze anos sozinhas.

É preciso triplicar a atenção quando se trata da segurança de criança em apartamento. Acidentes em elevadores são mais comuns do que imaginamos. Cada prédio ou condomínio tem suas próprias regras no Regulamento Interno que devem ficar expostas por escrito em todas as áreas comuns aos condôminos.

A presença de um adulto ou responsável é necessária sempre, até para evitar multas. No estado de São Paulo e do Rio de Janeiro existe uma lei que proíbe menores de doze anos andarem em elevadores desacompanhados. A responsabilidade pelo bem-estar e a segurança das crianças é dos responsáveis que as acompanham. As crianças são o nosso maior tesouro e protegê-las é nosso dever!

Agora que você já sabe algumas das formas de proteger sua criança em apartamento, inscreva-se em nossa newsletter para receber mais dicas de convivência em condomínios.

2 Comments

  • Graziely Ramos

    31 de março de 2021 17:32

    Um dos pontos mais importantes dessa matéria realmente são as redes de proteção, auxiliam muito na segurança do apartamento quando se tem crianças, pena que muitas pessoas ainda acham que não é preciso, um exagero. Parabéns pelo conteúdo, informações valiosas e fáceis de aplicar!

  • Karen

    28 de setembro de 2021 15:01

    Gostei bastante do conteúdo, muito construtivo a rede de proteção é algo essencial hoje em dia, principalmente nós que temos filhos ou pets. Estou me mudando e um das primeiras coisas que fiz foi contratar uma empresa para fazer a instalação.

Comentar publicação